segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Cerveja Artesanal em Santos: Para beber menos e Melhor


Apesar da grande quantidade de ‘cervejeiros de panela’ na região, estas cervejas não podem ser comercializadas, pois para isso são necessários registros e homologações junto à Vigilância Sanitária, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Prefeitura, entre outros. Uma burocracia que não inviabiliza o negócio, mas dificulta e onera.

Com vistas a regulamentar e incentivar a produção de cerveja artesanal em Santos, a comunidade cervejeira procurou o vereador Sandoval Soares, que elaborou um projeto de lei que tem como foco o incentivo ao turismo cervejeiro e à regulamentação da produção de cerveja artesanal na cidade. O projeto foi aprovado com unanimidade na Câmara Municipal, no dia 17 de outubro, seguiu para sanção do prefeito Paulo Alexandre Barbosa e foi aprovado no dia 17 de novembro. Virou lei!

A lei fortalecerá um movimento que já está consolidado e organizado e vai gerar emprego e renda ao município. O texto limita a produção a 3 mil litros por mês e prevê ações educativas de combate ao alcoolismo. Ao que se vê, os cervejeiros não estão de brincadeira e lutam para profissionalizar uma atividade que, para eles, é uma paixão e instrumento de união e intercâmbio cultural.



Para o vereador, ‘as microcervejarias fomentam o turismo e geram novas oportunidades de negócios e empregos, principalmente levando-se em conta que já há mais de 100 pessoas produzindo cervejas em Santos, além de haver bares e eventos especializados’.

Vale dizer que, em nível nacional, foi aprovada no dia 27 de outubro uma lei que insere estes estabelecimentos no Simples Nacional, o que reduzirá os altos encargos e fortalecerá ainda mais o segmento.


TURISMO CERVEJEIRO

De olho no crescimento deste mercado na Baixada Santista, a agência Parceiros do Turismo, que opera na capital paulista o Beer Night São Paulo, já criou a edição santista do roteiro.

O idealizador do projeto, Diogo Dias Fernandes Lopes, conta que ‘o Beer Night oferece aos participantes uma experiência divertida no extenso mundo da cerveja e valoriza a ideia que vem sendo difundida no Brasil: “beber menos e beber melhor”’.

O projeto contempla algumas possibilidades de roteiros, como um city tour em Santos com visitação a bares especializados em cervejas artesanais e eventos de brassagem ou a opção que une cerveja e futebol, com visitação à Vila Belmiro e Museu Pelé combinados com um tour cervejeiro.


O PIONEIRO NA BAIXADA

Rogério Galante, proprietário da 7ª. Avenida Pizzaria e Cervejaria é um dos precursores das cervejas especiais na Baixada Santista. Há 12 anos, quando este mercado ainda era desconhecido na região, ele resolveu colocar Baden Baden no cardápio. ‘Eu acreditava neste segmento, mas não tinha conhecimento algum, então fui, aos poucos, apresentando novas cervejas para os clientes e, ao mesmo tempo, aprendendo com os poucos que entendiam alguma coisa do assunto’, nos contou Rogério durante mais uma edição do Troca Beer.

A cada dois meses, Rogério realiza, na pizzaria, o Troca Beer, um encontro entre os cervejeiros, onde além da troca de cervejas, sempre há uma brassagem e marcas apresentando suas novas produções, com degustação liberada, interrompida constantemente por uma espécie de grito de guerra bávaro – ‘Ooooeeeee!’, seguido do brinde.


BEACH BEER

Foi neste encontro que conhecemos a cerveja do Marcell Costa (Beach Beer), surfista, matemático e adepto das cervejas polêmicas. Ele estava servindo a sua Red Smoked, com abusiva quantidade de malte smoked, que trazia um curioso gosto defumado à breja. ‘Eu gosto de produzir cervejas não convencionais e esta é excelente para harmonizar com um hambúrguer bem gorduroso’, sugere.


CAIS (Cerveja com nome de canal)
Cerveja caseira dos sócios Eugênio Martins Junior e Alcemir Emmanuel, também homenageia a cidade dando os nomes dos canais aos rótulos. Até agora, já lançaram a Canal 1, uma American Pale Ale; a Canal 2, uma Weiss e a Canal 3, uma Belgian Blonde.

Abaixo algumas outras brejas que você vai encontrar em eventos cervejeiros na Baixada Santista, mas ainda não ocupam as prateleiras. Ainda!

Caiçara Homebrew • Das Onças • Brejera • Marapa • Demonho • Bicudo Homebrew • Monkey Homebrew • Nosotros Cerveja Artesanal •  Beer4Friends • Dona Dorotéia 


Créditos Texto: www.revistanove.com.br


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...