sábado, 24 de outubro de 2015

A Arquitetura na história de Santos

Hospital Beneficência Portuguesa                  Foto: Nilo Piccoli
Através da arquitetura presente em nossa cidade poderíamos montar um relato da evolução histórica de nossa sociedade. Os diferentes estilos, suas formas e desenhos, não existem à toa ou surgem do nada, mas sim porque possuem uma razão de ser que se fundamenta nas questões de um determinado momento de nossa história. E se cada momento da história surge a partir da evolução do momento anterior, podemos afirmar que um estilo surge em razão do estilo anterior, como sua evolução, como sua adaptação às novas tecnologias e novas questões que vão surgindo ao longo do tempo. Das linhas sóbrias da obra jesuíta no século XVI, passando pela imaginação do barroco no século XVII, pela perfeita proporção do neoclássico no sec XVIII, pela ostentação do eclético no sec XIX, pela racionalidade do moderno no século XX e até a irracionalidade do pós-moderno no século XXI, a arquitetura de Santos é rica justamente por poder contar nossa história e a história da humanidade. 

Numa linha do tempo, dos séculos XIX, XX e XXI, temos o eclético, o moderno e o pós-moderno. A arquitetura, que deveria seguir uma evolução de acordo com a tecnologia e o modo de vida, hoje volta a buscar no passado elementos que não se ajustam à nossa época. (por Dário J. S. da C.)

Igreja do Embaré                              Foto: Luiz Alexandre Costa Araujo

Escolástica Rosa                                            Foto: Marcos Comune

Passarela do Centro Histórico para Travessia Vicente de Carvalho  - Foto: Rubem Rocha
Entrada Bolsa do Café              Foto: Laura Pedrido

Igreja do Embaré                     Foto: André Jaconi

Toda semana as fotos mais curtidas, comentadas e compartilhadas da fanpage facebook.com/melhordesantos  são postadas aqui. A cada semana um tema diferente, participe!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...