quinta-feira, 3 de abril de 2014

A Fonte luminosa na Praça do Boqueirão


Seus jatos d'água atingem até 3 metros de altura. A mesma é parcialmente margeada por uma pérgola. Foi inaugurada dia 26 de janeiro de 1957, pelo Dr. Antônio Feliciano.
Foto: Alexandre Andreazzi

Em 1958 a Fonte Luminosa do Boqueirão passou a se chamar Fonte Vicente de Carvalho.
Foto: Alexandre Andreazzi

A praça também abrigava o Monumento aos Imigrantes Japoneses (mostra uma família nipônica em trajes do início do século XX) hoje relocada para o Emissário Submarino.
Foto: Marcos Comune

Aos sábados, a Praça do Boqueirão abriga as barracas de ambulantes da Feirart Santos, uma feira de artesanato que comercializa comidas, vestuário, acessórios e conchas.
www.feirartsantos.com.br
Fotos: Marcos Comune

Foto: Marcia Mendes



Foto em 1972

3 comentários:

Adilson Costa Macedo arquiteto disse...

O projeto deste pergolado, piso e jardins é do projetista Eduardo Costa Macedo, na época funcionário Departamento do Plano da Cidade, da Prefeitura de Santos: grande arquiteto santista. Autor de diversos projetos de urbanização, como a orla da praia, diversos abrigos de ônibus, portal dostuneis, escolas,etc

ADILSON MACEDO disse...

Na época, gestão do Prefeito Antonio Feliciano, Eduardo Macedo projetou dois abrigos de bondes, fazendo conjunto com o pergolado da praia. Estes abrigos ainda existem, mas infelizmente foram deturpados depois, pelo projeto de uma meia dúzia de pequenas lojas "enfiadas" entre a estrutura de cada um deles. Há espaço livre nas laterais dos abrigos onde poderia ter sido feito um quiosque de boa qualidade arquitetônica, compondo um belo trio com os abrigos.

ADILSON MACEDO disse...

Aproveitando o repassar dos projetos do Boqueirão, não posso deixar de mencionar um equívoco que há no site Novomilênio, postado em 09.07.2012,no texto de Gegê Leme e Paulo Matos: Um conjunto edificado à beira mar. É o seguinte: Eduardo Costa Macedo projetista da Prefeitura de Santos (ótimo arquiteto) não conhecia seu colega João Artacho Jurado (e muito menos o trabalho dele). As obras do edifício projetado por Jurado e a requalificação urbana do trecho da Avenida Vicente de Carvalho projetada por Macedo, foram executadas na mesma época. No final do século passado com o advento da Arquitetura pós moderna, Jurado que foi execrado pelos arquitetos do Movimento Moderno, de repente entrou em alta. Passou a ser reconhecido, pois como empreendedor imobiliário que era, tinha uma diversidade de projetos. Isto foi muito bom para a nossa cultura arquitetônica. Apenas fica a lembrança de que Jurado não tem que haver com Macedo, se pensarmos um pouco além das formas curvas (por sinal distintas para cada projetista) e as pastilhas coloridas que os dois curtiam bastante!

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...