sábado, 8 de dezembro de 2012

Moradias Populares em Santos

Muita gente dizendo que na cidade de Santos só teve construções de luxo nos últimos anos, enfim, a faixa de terreno que corta alguns bairros de Santos, antes pertencente à União e cuja cessão à Prefeitura foi há pouco consumada, vai ter ocupação. 

No trecho entre a Rua Comendador Martins e a Avenida Conselheiro Nébias, serão construídos três conjuntos habitacionais para famílias com renda mensal de até três salários mínimos (R$ 1.635,00 pelo valor atual). O complexo, financiado com recursos federais e estaduais, terá no todo 460 unidades e deve abrigar em torno de 1.800 moradores. 

Trata-se de uma boa notícia, principalmente por duas razões: uma delas, ajudará a reduzir o déficit habitacional para as pessoas de baixa renda, ainda grande entre nós. Basta citar que existem atualmente em Santos 6 mil famílias cadastradas em associações, cooperativas ou movimentos pró-moradia, sem que as obras até aqui realizadas ou ainda por serem construídas estejam no mesmo nível da demanda. 

Por outro lado, será dado destino adequado a um espaço que por décadas permaneceu quase todo ocioso, o que é inadmissível num município com raras áreas livres disponíveis. O projeto do núcleo fica pronto em janeiro, e a seguir se fará a licitação para definir a empreiteira encarregada de sua execução. Cabe esperar que os prazos sejam cumpridos à risca, pois, além desse empreendimento, por certo que vários outros ainda precisam ser concretizados na Cidade, no campo da casa popular.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...