quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Animais passam a ser identificados com chip




A prefeitura vai utilizar a tecnologia para identificar os animais da cidade. A partir de agora, a numeração do RGA (Registro Geral de Animais), hoje inscrita em placa de metal presa junto à coleira dos bichos, estará gravada em chip subcutâneo de 12 mm por 2 mm, a ser injetado atrás do pescoço de cães e gatos com aplicador individual. A novidade será implantada em 3.000 animais a serem doados e/ou castrados na Coprovida (Coordenadoria de Proteção à Vida Animal), ligada à Semam (Secretaria de Meio Ambiente). O procedimento tem início na segunda-feira (8).

Também receberão o chip cães da raça pit bull e animais com histórico de maus-tratos ou risco de abandono, já castrados. Segundo a Semam, o serviço de identificação por placa de metal será substituído gradativamente. O objetivo é aprimorar o registro dos animais, obrigatório pela lei complementar 533/2005, visando o controle do atendimento, posse responsável e bem-estar dos bichos. Atualmente, 10.202 animais têm RGA em Santos.

“O microchip é uma tecnologia inovadora, pois elimina o risco de perder a identificação do animal. O serviço é o mesmo, mas a ferramenta está sendo modificada”, afirmou o chefe do departamento de políticas e controle ambiental da Semam, Marco Aurélio Neves da Silva. De acordo com ele, há donos que abandonam seus animais e tiram a placa de metal para não serem procurados. “Os grandes problemas hoje são abandono e maus-tratos”.

Com o chip será possível identificar o histórico do animal, como nome e cor, vacinas e atendimentos, além do nome e endereço do responsável. A exemplo do que era feito com a placa de metal junto à coleira, as informações estarão cadastradas no SIGSantos, sistema de geoprocessamento desenvolvido pelo Detic (Departamento de Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicações) da Seges (Secretaria de Gestão), em conjunto com a Seplan (Secretaria de Planejamento), cujo objetivo é mapear locais e situações referentes a obras, saúde, meio ambiente e segurança pública, entre outros.

Segundo a Semam, a Coprovida realiza em média 216 castrações e cerca de 20 doações de cães e gatos por mês. O setor atende de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Para o RGA, o proprietário deve apresentar carteira de vacinação do animal, RG, CPF e comprovante de residência de Santos, além de tarifa para a aplicação. Outras informações: 3203-5075.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...