sexta-feira, 22 de junho de 2012

Escola de Surf Radical no Posto 2


Com deposição de flores na estátua de Osmar Gonçalves, pioneiro do surfe em Santos, ao lado do Posto 2, na Pompeia, a primeira escola pública do País de iniciação ao surf e com grande foco na área social, a Escolinha Radical Semes/Sthill completou 20 anos de história nas ondas de Santos.

Atende cerca de 300 pessoas por mês, entre  entre cinco e 83 anos e portadores de deficiência, proporcionando, desta forma inclusão social através da prática de surfe e do bodybording.


O responsável pela coordenação e metodologia de ensino da Escola Radical, Cisco Araña, explica que as aulas são voltadas para a prática de atividade física e não para competição. Ele deixa claro a importância que o surfe tem na sua vida. “Tudo de bom que tenho conquistado hoje se deve ao trabalho realizado aqui”.

A Escola Radical conta com sete professores e um auxiliar. Interessados podem ser inscrever no Posto 2, das 8h às 18h, com atestado médico, cópia do RG e do comprovante de residência, e duas fotos 3x4. Menores devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

1 comentários:

Anônimo disse...

Meu filho pratica surf desde pequeno e o meu neto tambem,eles querem doar uma prancha ,como fazer?

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...