terça-feira, 1 de novembro de 2011

Neymar, Melhor do Santos, Melhor do Brasil, e agora Melhor do Mundo...

Todos já estão sabendo que Neymar Jr vai concorrer ao prêmio Bola de Ouro, concedido pela Fifa juntamente com a revista francesa France Football, ao melhor jogador do mundo em 2011. Depois do Jogo de sábado a Fernanda Salgado escreveu o Texto abaixo para o Donas da Bola, onde compartilho com vocês:

E o técnico Rene Simões tinha razão, quando no ano passado disse, sobre Neymar: “Estão criando um monstro”. Neymar, sem dúvida, é o melhor jogador brasileiro. Ele encanta todos que o assistem jogar, até quem não gosta do Santos encanta-se com o que este menino-homem vem fazendo dentro das quatro linhas, é de arrepiar, se emocionar e agradecer, por poder assistir a tudo isso in loco.


A vítima da vez foi o frágil Atlético-PR. Com dois minutos de jogo, o príncipe santista mostrou o que ele queria no Pacaembu, numa jogada iniciada por Alan Kardec, Neymar sofreu e fez o gol de pênalti. Depois disso, o primeiro tempo foi monótono, o Santos não tinha ligação entre o meia e o ataque, Alan Kardec e Renteria pareciam não estar em sintonia com os demais jogadores. No fim do primeiro tempo Neymar fez o segundo, o gol, no primeiro momento foi validado pelo juiz, mas ele voltou a trás depois de três minutos, considerando que o Alan Kardec  (impedido) e participou da jogada.


Na segunda etapa, o Santos voltou distraído, errando alguns passes, proporcionando a reação do time paranaense. O gol do CAP aconteceu por erro infantil da defesa santista. Paulo Baier cobrou o escanteio, a bola passou pelo goleiro Rafael, e antes de entrar, esbarrou em Guerron. O empate despertou o Peixe para a partida. Poucos minutos após levar o gol, o Santos marcou o segundo, também de uma penalidade, dessa vez, sofrida pelo zagueiro Edu Dracena. Neymar bateu com categoria e colocou o alvinegro na frente. Em seguida, mais um dele, foi pra cima do bom defensor Manoel, que não viu ele passar, o camisa 11 chutou, assinalando o terceiro dele e do Santos na partida.


A partir daí foi show, espetáculo, Neymar encantou os olhos dos mais de 18 mil santistas presentes no Pacaembu. Este moleque não cansa, para ele não tem bola perdida, até marcar ele está fazendo, maravilhoso de se ver, arrepiou, confesso. Aos 25 minutos, ele passou com tranqüilidade pelo zagueiro Deivid, chutou no canto, sem chances para o goleiro Renan, final do massacre.


Após o espetáculo, Neymar disse aos jornalistas que brinca de jogar bola, para ele, a profissão é uma diversão, não uma obrigação. Como é abusado, como é ousado, meu Deus, que orgulho. Ontem, mais uma vez, o estádio esteve cheio das famosas Neymarzetes, que gritavam o tempo todo pelo jovem ídolo. No final da partida, eu estava indo embora, ouço de uma delas: “Eu só vim para ver o Neymar jogar, pai”. Olha o que este menino está fazendo.


Com a goleada, o Santos chega aos 45 minutos e “acabou” a participação no campeonato, o foco é o Mundial. A partir de agora, o técnico Muricy Ramalho e seu auxiliar Tata, que pela terceira vez esteve comandando o Santos, vão planejar a equipe que vai ao Japão na luta pelo tri mundial. Mas, pelo que foi dito no vestiário, após o duelo, Neymar e Ganso devem enfrentar o vice-lider Vasco, domingo que vem, a partir das 17h, na Vila Belmiro.


A semana será longa, o assunto será: Entregar ou não para o Vasco? Sou contra. Os outros que se virem, o Peixe tem que fazer a parte dele, jogando o que pode. Se o técnico decidir poupar alguns atletas tem que fazer focando o título mundial e não para prejudicar A ou B.


Santista, um recado. Sempre que puder, compareça aos jogos. Não perca a oportunidade de ver o Neymar brilhar, é fascinante vê-lo de perto, é coisa rara, logo logo ele vai embora, você vai sentir falta e se arrepender muito de ter deixado de ir as partidas.


Por Fernanda Salgado (www.donasdabola.com.br)
Fotografia: www.santosfc.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...