segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Qual é a Melhor maneira de fazer o Café?

Máquina  Tradicional de Café Expresso das cafeterias
Apreciar o aroma e o sabor do café, se deliciar em cada gole e continuar querendo mais ao fim da xícara, ter um lugar preferido e horário determinado para a sua saborosa pausa: essa é a verdadeira Cerimônia do Café. E só quem realmente gosta de café sabe do que estamos falando.

Antes sempre fazia meu café da mesma maneira: Derramar a água na máquina, inserir um filtro, adicionar o pó e apertar o botão de “ligar”.  Depois que descobri que existem variações quanto ao grão, aroma, sabor, corpo, ponto de torra, moagem, tipo de bebida e a maneira de fazer... Tudo mudou.

Realizamos alguns testes para descobrir qual era a melhor maneira de fazer o café. Na ordem abaixo os mais apreciados usando o mesmo tipo de café (Arábico):

1.º   Pressão (Café Expresso):
Neste preparo o café é moído na hora e acondicionado em um filtro que sofre uma pressão de água a 90ºC e 15 Kg de pressão durante 30 segundos em média, gerando uma bebida cremosa e aromática. É considerado o método mais apropriado para apreciação de todas as nuances desta bebida, mas com a cafeteira ao lado você tem um café muito próximo ao expresso das cafeterias  (De R$ 290,00 a R$ 290,00 – Nescafé Arno)





2.º   Prensagem (Cafeteira Francesa):
Em um recipiente de vidro se coloca o pó de café misturado com água quente não fervente e em seguida introduz-se um filtro que é pressionado por um êmbolo que separa o pó do café já pronto para consumo. O único ponto negativo é que o vidro quebra facilmente. (R$ 40,00 de 350 ml e R$ 60,00 de 850 ml no Pão de Açucar). 








3.º   Percolação (Cafeteira Italiana):
Método onde se coloca o pó de café no centro de um equipamento moka, que aquecendo em um fogão faz a água entrar em ebulição e pressiona café gerando líquido para um recipiente superior. (De R$ 20 a R$ 120,00)









4.º   Filtragem (Cafeteria Elétrica):
O mais utilizado nas residências do Brasil. O pó é acondicionado em um filtro de papel ou de pano, com adição de água quente não fervente por cima. (De R$ 35 a R$ 160,00).








Curiosidade:
Diz a lenda que o "kopi luwak" é o melhor café do mundo.
Este é colhido da natureza pelas civetas (ou gatos-almiscarados), animais que só se encontram em algumas ilhas da Indonésia. Os grãos são retirados dos excrementos dos bichanos! Custa 1.000 Euros o quilo.





Para saber mais sobre café: 
Autores:  CELSO LUIS RODRIGUES VEGRO; FRANCISCO ALBERTO PINO

www.ateliedocafe.com.br
www.cafefacil.com
Cafeteria do Museu de Santos

O Maior Encontro do Setor Cafeeiro no Expo Center Norte
de 6 a 8 de Outubro de 2011 - Credencie-se AQUI, GRATUITO.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu Melhor comentário aqui...