quinta-feira, 19 de maio de 2011

Orquidário Municipal será aberto ainda este ano ganhando novo mascote

Um veado-catingueiro fêmea (Mazama gouazoubira) é o novo mascote do Orquidário Municipal, que está em reforma e deve ser reaberto ao público no final do ano. O animal nasceu em 11 de abril e ficou sob observação, tendo em vista a possibilidade de rejeição da mãe durante um período de 20 dias.


Além disso, nasceram recentemente 15 cutias, 12 cágados e sete frangos d’água. Em abril também chegou ‘Manuela’, outra fêmea de veado-catingueiro, com seis meses, transferida do Centro de Triagem de Animais Silvestres, em São Vicente. Já em 2009, nasceu a primeira cria – também fêmea - de ‘Olívia’ e ‘Victor’, pais do novo mascote.

Os cinco veados do parque – um macho e quatro fêmeas – foram remanejados em duas ocasiões devido aos serviços de ampliação e revitalização do Orquidário, e ‘Olívia’ não apresentou problema durante os sete meses de gestação.

“Isso significa que o parque, embora em obras, mantém todos os cuidados necessários para o bem-estar dos animais”, disse a bióloga Ana Beatriz Comelli, responsável pela Unidade de Biologia. Segundo ela, o sucesso reprodutivo prova que o plantel encontra-se em boas condições.

Recinto
Os seis animais estão acomodados no recinto definitivo, com cerca de 130 m², dotado de área de exposição e agora com maternidade fechada, área de alimentação isolada e outra de cambeamento. ‘Olívia’ e ‘Victor’ chegaram ao Orquidário em 1997 e 2002, respectivamente, ainda filhotes.