domingo, 10 de abril de 2011

Blog, Twitter e Facebook para ajudar Santos nas necessidades da cidade e das pessoas


Se para os magnatas da contrução civil "o mar está par peixe", o mesmo não se pode dizer em relação á maior parte dos moradores de Santos.


Não é de hoje que Santos mudou sua cara. A verticalização não está apenas nos prédios de até 32 andares na orla da praia, mais sim em sua estrutura voltada exclusivamente ás famílias com alto poder aquisitivo. A maior parte das corretoras restringiu seu campo de atuação á venda de unidades de luxo, com no mínimo três dormitórios. Programas como "Minha Casa, Minha Vida", do Governo Federal, praticamente não existem, uma vez que limitam o valor do imóvel em R$ 180 mil.


Existem diversas propostas:
- A redução do potencial construtivo em ruas com menos de 14 metros de largura;
- A Redução do número de pavimentos de garagens;
- Criação de área verde (obrigatória de 15% de área permeável nas edificações);
- Criação de um impoto progressivo para aqueles terrenos que não estão sendo utilizados e, nem mesmo vendidos, justamente para inflacionar os preços do mercado imobiliário.

Por isso, os santistas terão a partir desta semana a última chance para intervir no processo de construção do futuro do Município, apresentar sugestões e “garantir que a legislação sirva às necessidades da cidade e das pessoas”.


A intenção dos vereadores é votar os projetos de lei até meados de junho, depois de colher todas as propostas da população nos debates públicos e apresentar as emendas necessárias.


A Câmara de Santos inicia nesta terça-feira(12), 19 horas, audiência pública para debater com a população o processo de revisão das leis de ordenamento do solo (local: auditório da Faus/UniSantos).

Programação completa dos debates: http://www.camarasantos.sp.gov.br


Blog "Santos sua cidade" (www.santossuacidade.blogspot.com)
Twitter: @SantosSuaCidade
Facebook: Santos Sua Cidade