sábado, 30 de abril de 2011

Clube dos Ingleses resiste à proposta milionária de construtora da capital

Alvo da cobiça de grandes construtoras da Capital, o Clube dos Ingleses resistiu a mais uma grande investida do mercado imobiliário. Desta vez, a diretoria disse não a uma recente proposta de compra de R$ 100 milhões feita por uma grande construtora.


O presidente do Clube, Olaf Syrdahl, sequer pensou em negociar a operação. O motivo é simples: “o Ingleses não tem preço”, disse.

Essa não é a primeira vez que a entidade é assediada. De acordo com o ex-presidente Alfredo Lália, outras gigantes da construção civil colocaram os olhos nos mais de 20 mil m2 que compõem a área do clube.

“Ao longo da minha gestão, que terminou esse ano, várias empresas, incluindo a Odebrecht, entregaram cartas de intenção de compra da área”.

Entre 2010 e 2011 foram cerca de 10 contatos. “Em uma delas o projeto não previa construção de torres e mantinha a sede do Clube, porém em outro formato. As negociações não chegaram a começar e nem se falou em valores. Logo depois, meu mandato acabou”.

Para o presidente atual, Olaf Syrdahl, o maior valor do clube não pode ser avaliado matematicamente. Todo este patrimônio está na memória afetiva de centenas de famílias santistas. Lembranças que passaram de geração para geração desde 1889, quando um grupo de amigos ingleses que jogava críquete (esporte britânico parecido com o basebol) na praia resolveu fundar o Santos Atlhetic Club (SAC).

Com o tempo, o SAC passaria a ser conhecido como Clube dos Ingleses, já que era essa a única nacionalidade permitida dos frequentadores até a década de 60.

Preservar intocado esse patrimônio não só físico como histórico é a principal missão de Syrdahl. Ele conta que foi com esse propósito que resolveu se candidatar à presidência.

“Minha relação com o Clube dos Ingleses é muito forte. Fui criado lá dentro. Era como se fosse o quintal da minha casa. Tenho grandes recordações e não permitiria essa venda por dinheiro algum”.

O pai de Olaf, Thom Erik Syrdahl, foi presidente da entidade por quatro vezes. “Eu participava como conselheiro desde 2007”.

Posturas como esta, de manter longe da especulação imobiliária as instalações originais de clubes tradicionais, são raras em Santos.

Recentemente, o Clube Sírio-Libanês divulgou que fechará negócio com a Odebrecht para que na sede da Av. Ana Costa sejam construídas novas instalações do clube, um hotel e um condomínio residencial.

Um outro exemplo é o Clube XV, fundado em 1869, que apesar de continuar existindo oficialmente, dividirá espaço com uma rede internacional de hotéis, no Boqueirão.

Já os antigos Clube Caiçara, fundado em 1958, e Clube de Regatas Santista, fundado em 1893, não tiveram a mesma sorte. O primeiro deu lugar a um empreendimento imobiliário a ser inaugurado no ano que vem. O segundo, demolido no início deste ano, foi alvo de uma disputa judicial entre construtoras.

Fonte: Texto Jornal A Tribuna e Foto Alcione Herzog

Programação Cultural para todos os gostos neste fim de Semana em Santos

TEATRO: Minha mãe é uma Peça
O  espetáculo Minha mãe é uma peça  é baseado nas loucuras e complexidades maternas, com a história de Dona Hermínia, senhora aposentada e sozinha, que tem como maior ocupação arrumar tarefas para o dia a dia, pois seus filhos estão crescidos e não precisam mais de preocupações excessivas.
Recomendação: 12 anos - Local:Teatro Municipal Braz Cubas - Sessões: Sáb (30) - 21h. Ingresso: R$ 25,00 e R$ 50,00. -  Informações: 3226.8000.

Infantil I 
O Sesc apresenta o projeto contação de histórias, Mitos Brasileiros em Cordel, com a riqueza das histórias de Saci e Curupira em diversas modalidades na literatura de cordel. Com César Obeid e Renata Perez.
Recomendação: Livre - Local: Toca do Sesc - Sessões: Sáb (30) - 17h.Ingresso: Grátis  - Informações: 3278.9800.

Infantil II 
O espetáculo Tem,mas acabou!  aborda pela Cia Teatral As Graças o espetáculo, que busca investigar o desconhecido, com teatro de bonecos, de sombras, mágica e origami.
Recomendação: Livre - Local:Auditório do Sesc - Sessões: Dom (1) - 17h30.Ingresso: De R$ 1,00 a R$ 4,00 -  Informações: 3278.9800.

Adulto I 
Com a Cia. Teatral Arnesto nos Convidou, o espetáculo As Folhas de Cedro foi premiado pelo Prêmio APCA  2010. Narrado pela filha de um casal de migrantes  libaneses, o espetáculo conta a história de uma  mulher de meia idade .
Recomendação: 14 anos - Local: Teatro Sesc  - Sessões: Sáb (30) - 21h.Ingresso: De R$ 2,00 a R$ 8,00 -  Informações3278.9800.

Adulto II 
Espetáculo Dama da  Noite  estreia neste final de semana no Espaço Cultural Casarão Santa Cruz (Av. General Câmara,  99). Com  texto do escritor  Caio Fernando Abreu, a peça aborda a força de milhares de pessoas que se sentem por fora do movimento da vida. Após quinta (5), ocorrem sessões  gratuitas às quintas e  sextas, ao meio-dia.
Recomendação: 16 anos - Local: Espaço Cultural Casarão Santa Cruz -Sessões: Sáb (30) - 21h. Às quintas e sextas - 12h. Ingresso: R$ 10,00 a R$ 20,00  -  Informações:  7808-8696.

Dança
Tarde Dançante 
Entretenimento cultural, usando a música para aproximar as pessoas e exercitar o corpo. Além disso, o projeto busca aproximar os idosos de diferentes manifestações artísticas, por meio de intervenções e vivências diversificadas.
Recomendação: Livre - Local:Comedoria do Sesc - Sessões: Sáb (30) - 17 h.Ingresso: De R$ 1,00 a R$ 4,00 -  Informações: 3278.9800.

Música
Chorinho no Aquário
O projeto Chorinho no Aquário  recebe neste fim de semana  a apresentação musical de Aleh Ferreira e Convidados .
Recomendação: Livre - Local:Praça Luis La Scala, junto ao Aquário - Sessões:Sáb (30) - 18h.  Ingresso: Livre -  Informações: 3226.8000.

Choro II
O bandolinista e compositor carioca Joel Nascimento retorna ao Centro de Santos, no Teatro Guarany, para  show ao lado dos músicos Luizinho 7 Cordas (violão), Junior (cavaquinho) e Edinho (pandeiro). A abertura  fica a cargo dos Meninos Chorões do CER (Centro Educacional e Recreativo de São Vicente). Antes, às 11 horas, o músico se apresenta em passeio gratuito de bonde junto com os ritmistas mirins do Projeto Bem Brasileiro, dentro das comemorações do Dia do Choro.
Recomendação: Livre - Local:Teatro Guarany- Sessões: Sáb (30) - 20h30. Ingresso: De R$ 5,00 a R$ 10,00 -  Informações: 3226.8000.

Swing Samba 
O repertório do sexteto instrumental paulista destaca composições de  autores renomados como Tom Jobim, Ray Charles e Gilberto Gil e João Donato.
Recomendação: Livre - Local:Sesi Santos - Sessões: Sáb (30) -  20 h.Ingresso: R$ 10,00 -  Informações: 3209-8230.

Baile na Praia
Andrea Monthero e Cia.  faz  show neste domingo no projeto Baile na Praia. Em caso de chuva, o evento será cancelado.
Recomendação: Livre - Local: Fonte do Sapo  - Sessões: Dom (1) - 18 às 22 hs.Ingresso: Grátis -  Informações: 3226.8000.

Jazz Band da Polícia Militar de SP 
O grupo foi criado em 1914, quando músicos da Banda Sinfônica, mantida peloCorpo Musical da Polícia Militar, propôs a formação de um grupo que se dedicasse ao jazz.  A atual formação resgata composições do repertório original, com novos arranjos.
Recomendação: 16 anos - Local:Teatro Sesc - Sessões: Dom (1) - 18h.Ingresso: De R$ 1,00 a R$ 4,00 -  Informações: 3278.9800.


Hiroshima, Meu Amor 
Participando de um filme sobre a paz em Hiroshima, uma atriz francesa passa a noite com um arquiteto japonês. Este encontro traz à tona lembranças de sua juventude, durante a Segunda guerra Mundial, quando ela foi perseguida e se apaixonou por um soldado alemão.  Direção: Alain Resnais.
Recomendação: 14 anos. - Local:Sesc - Sessões: Sáb (30) - 15h.Ingresso:Grátis -  Informações: 3278.9800
.
Fonte: Boqnews

Novo Plano Diretor: Todos Santistas com novas idéias


Após mais de dois anos de reuniões, pode-se dizer que a formatação dos novos Plano Diretor e Lei de Uso e Ocupação do Solo está em sua reta final — ou pelo menos a caminho dela. O projeto parcial vem sendo alvo de audiências públicas coordenadas pela Câmara Municipal, que servirão para dar a concepção final ao plano antes deste, enfim, entrar em votação e, posteriormente, ser sancionado.

E se durante as reuniões anteriores, organizadas pelo Conselho Municipal de Desenvolvimenro Urbano, os participantes eram quase sempre os mesmos — ainda que as assembleias fossem abertas ao público —, as últimas audiências têm evidenciado uma presença maior da população, tanto física como ativamente.

Um exemplo se viu no encontro voltado à discussão de propostas ao Plano Diretor, realizado no último dia 19, na Universidade Santa Cecília, envolvendo moradores dos bairros da zona da Orla (Ponta da Praia, Aparecida, Embaré, Boqueirão, Gonzaga, Pompéia e José Menino). Foram, ao todo, 56 ideias coletadas junto aos cerca de 120 presentes . No encontro seguinte, voltado ao público da Zona Noroeste e realizado no centro esportivo da região na terça-feira (26), foram mais 130 participantes, com 72 sugestões populares.
"A presença surpreendeu e a participação tem sido bem acima do esperado", avalia o arquiteto da Câmara, José Marques Carriço, um dos organizadores dos encontros. As ideias relacionadas ao Plano serão avaliadas e poderão ser emendadas ao projeto final. As demais entrarão na pauta de outras discussões, como sobre o Estudo de Impacto da Vizinhança (EIV) e o Código de Posturas do Município.
Dentre os assuntos que envolvem o Plano Diretor, "dominaram" as audiências os referentes aos reflexos dos grandes empreendimentos e seus impactos nas chamadas ideias-força para o Município (Ir e Vir; Ventilar e Iluminar; Fixar a População; Sanear e Drenar; Ser Ambientalmente Sustentável; Ser Energeticamente Eficiente; Ser Segura e Precavida; Cuidar do Patrimônio Ambiental e Cultural).

Preocupações
Após as duas primeiras audiências, destacou-se como preocupação mais latente dos munícipes a preservação ambiental e a economia de recursos para os empreendimentos a serem construídos na Cidade. Em muitas das propostas, tanto escritas pelo público e encaminhadas à organização — as quais o Boqnews teve acesso —, como as apresentadas no ato do evento, foram destacadas a arborização como compensação pelas áreas construídas e a captação das águas pluviais para reaproveitamento, além da valorização de áreas verdes no prédio.
Um cenário que, conforme profissionais do segmento, já vem sendo viabilizado. "Hoje já é comum que os prédios mais novos trabalhem com áreas verdes e também espaços de lazer, tanto nas área comuns e nas fachadas", explica o presidente da Associação dos Empresários da Construção Civil da Baixada Santista (Assecob), Luiz Antonio Paiva dos Reis.

Prédio verde
Há também o conceito do prédio verde (construção ecologicamente sustentável, que valorize a utilização de fontes alternativas, como energia solar ou eólica) que está ganhando força junto às grandes construtoras e que está previsto no novo Plano.
Já segundo o diretor regional do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), Ricardo Beschizza, com relação à captação de água, já existem empresas que trabalham com caixas de retenção do líquido, para que este seja reutilizado para limpeza e descargas sanitárias.
Medidas essas que, segundo Beschizza, atendem aos apelos do mercado, que está em busca de empreendimentos com tais tecnologias, mais verdes e econômicas. "Quem não quer economizar água, por exemplo? E a retenção das águas da chuva permite isso. O mercado induz a isso tudo. Se você não tiver essas tecnologias no seu produto, fica fora", avalia.
Mas se por um lado o viés ambiental já vem sendo observado e se desenha como "viável" mesmo aos olhos comerciais, outras sugestões voltadas ao setor da construção civil — onde recaem as discussões mais polêmicas e que permearão as futuras assembleias —; em outros casos, a aceitação já é mais ponderada.

Compensações
Uma das ideias mais debatidas — também presente no projeto que está em discussão — diz respeito à compensação, nas construções, do que for construído acima do coeficiente de aproveitamento autorizado (valor que é multiplicado pela área do lote para indicar qual a área máxima pode ser construída, somando todos os pavimentos), em áreas em que seja permitido ir além do coeficiente, denominado como outorga onerosa. Procedimento adotado no governo da ex-prefeita de São Paulo, Luiza Erundina (1989-1993).
Em Santos, porém, a sugestão é recebida com incerteza pelos profissionais. "É necessário que existam terrenos à disposição, e que esse seja um processo subsidiado, com concessão de áreas e isenção de impostos", considera Beschizza. "Sem o subsídio, essa construção é inviável em Santos, haja vista a não-aplicação do Minha Casa, Minha Vida, em Santos e mesmo em São Paulo", conclui o diretor do Sinduscon.

Conheça algumas das principais propostas
Ideia 1: Propiciar uma compensação ambiental nas construções, por meio da plantação de árvores frutíferas; aproveitamento das águas cinzas e pluviais; incentivo à arborização nas áreas do prédio e utilização de áreas verdes para espaços recreativos.
O que diz o projeto? Pelo material encaminhado à Câmara, os empreendimentos a serem aprovados devem conter pelo menos 15% de área verde, além de mecanismos para evitar sobrecarga no sistema municipal de drenagem, como permeabilidade ou a utilização de uma caixa de retenção.
O que pensa o setor da construção? Segundo Luiz Antonio Paiva dos Reis, da Assecob, os prédios mais novos já trabalham com áreas verdes. Há também a compensação com a plantação de mudas para casos em que é necessário derrubar árvores, além da própria captação de água pluvial por meio de caixas de retenção.

Ideia 2: Limitar as grandes construções (torres), no máximo, a uma por determinados quarteirões.
O que diz o projeto? Não conta com qualquer item que especifique um limite de construções, mas determina que em vias com menos de 14 metros de comprimento, o coeficiente de aproveitamento será inferior ao das zonas onde estão situados.
O que pensa o setor da construção? Para Ricardo Beschizza, limitar o número das construções mais elevadas por quadra é um fator elitizador. Na visão do diretor do Sinduscon, trata-se de medida que elevaria o valor da área da torre, pela procura e especulação que geraria e desvalorizaria os demais terrenos do quarteirão.

Ideia 3: Compensação de moradias populares para construções acima dos coeficientes de aproveitamento autorizados no Plano Diretor.
O que diz o projeto? A cobrança da chamada outorga onerosa só se dará em certos corredores, como nas avenidas Francisco Glicério, Afonso Pena e Conselheiro Nébias (entre linha férrea e Centro), Nossa Senhora de Fátima e Jovino de Melo. Os valores serão encaminhados ao Fundo de Incentivo à Construção de Habitação Popular (Fincohap).
O que pensa o setor da construção? Reis, da Assecob, considera que é necessário viabilizar terrenos na Cidade para tais construções. Beschizza, do Sinduscon, pontua que seria necessário que o processo fosse subsidiado pela Prefeitura, com concessão de áreas e isenção de impostos. Para tal, cita o exemplo de São Paulo, onde não se emplacou a construção de moradias para munícipes de até três salários mínimos pelo programa Minha Casa, Minha Vida — fato que também não ocorreu em Santos.

Agenda: Confira onde e quando ocorrerão as próximas audiências públicas
3/maio: Zona Centro (Centro Histórico, Valongo, Paquetá e Vila Nova)
19h - Sala Princesa Isabel (no Paço Municipal) - Praça Mauá, s/n
10/maio: Zona Intermediária (V. Mathias, Marapé, V. Belmiro, C. Grande, Encruzilhada, Jabaquara, Macuco e Estuário)
19h - Centro Espanhol – Avenida Ana Costa, 286
17/maio: Zona Morros
19h - Centro Cultural do Morro São Bento – Rua São Luiz, s/nº
24/maio: Área Continental
19h - Escola Total – Rua Xavantes, 35 - Caruara
31/maio: Audiência final
19h - Castelinho (Câmara) – Rua Mauro Batista Miranda, 1, Vila Nova

Fonte: Boqnews

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Virada Cultural Paulista 2011 em SANTOS

Promovida pelo Governo do Estado desde 2007, este ano, acontece em 22 cidades do Estado, nos dias 14 e 15 de maio, e Santos faz parte também deste evento cultural.

Na programação de 2011, encontramos Festival do Minuto, Companhia de Dança, Bonecos Gigantes de São Luiz, espetáculos de teatro e dança. Destaque para grandes nomes da música brasileira como CPM22, Karina Buhr, Elba Ramalho, Bicho de Pé, Superdose e Comitatus. A banda da baixada Digo e New Gafieira participará se apresentando na Praça Mauá.

Programação Completa de Santos

Acompanhe as informações da Virada Cultural Paulista nos twitters:
www.twitter.com/viradasp // www.twitter.com/culturasp

E no Facebook:
www.facebook.com/culturasp

Verdade sobre o preço da Gasolina

É esse o preço do litro da gasolina, sem adição de etanol, vendida pela Petrobras desde 2009. Em 9 de junho daquele ano, houve redução de 4,5%. Desde então, não ocorreu mais nenhuma alteração no preço da gasolina vendida às distribuidoras na porta das refinarias.

Esse valor de R$ 1,05 remunera a Companhia em seus custos de produção, refino e logística. Sobre este preço a empresa recolhe impostos e nele também está incluída sua margem de lucro.


Fonte: Fatos e Dados Petrobras

Tecnologia a serviço da água - Sustentabilidade


Importante no processo do refino, a água entra diretamente em contato com o petróleo e seus derivados tanto no processo de dessalgação (retirada de sal do petróleo) quanto na lavagem de gases. Dessa forma são gerados os efluentes, água com resíduos que a Petrobras submete a tratamento para reutilizar nos mesmos processos.
O reaproveitamento também está presente no prédio da Universidade Petrobras, concebido para ser ecoeficiente e utilizar da melhor maneira água e energia elétrica. Assista ao vídeo e saiba mais sobre essas iniciativas. A meta do programa de reuso é economizar 650 milhões de litros por mês, volume equivalente ao consumo de uma cidade de 150 mil habitantes.



Fonte: Fatos e Dados da Petrobras

Programa de ginástica na praia faz 30 anos

Um das iniciativas de maior aceitação popular, inclusive de turistas na temporada de verão, o programa Ginástica da Praia, da prefeitura, completa este mês 30 anos.


Segundo a Semes (Secretaria de Esportes), que coordena o programa, cerca de 500 pessoas participam das aulas gratuitas ministradas nos postos de salvamento. O ‘Ginástica da Praia’ atrai pessoas de todas as idades com um objetivo comum: melhor qualidade de vida. A atividade gerou, inclusive, nova atividade para condicionamento físico e combate ao sedentarismo. Trata-se do projeto Ande, que incentiva caminhadas e corridas com acompanhamento de professores de educação física.

Os exercícios são feitos nos postos 2, 4, 5 e 6, de segunda a sexta, em dois horários: 7h às 8h e 8h às 9h. No período noturno as aulas acontecem nos postos 2, 5 e 6, das 18h às 19h e das 19h às 20h. O projeto Ande é realizado às segundas, quartas e sextas, das 9h às 10h30, com concentração no Posto 5.

Para participar dos dois programas, os interessados devem se inscrever no Posto 2, na praia da Pompeia, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Documentos necessários: RG, comprovante de residência e duas fotos 3x4, além de exame médico. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3251-9838, no horário comercial.

Fonte: Prefeitura de Santos

Parque Estadual Serra do Mar - Núcleo Itutinga Pilões

Portaria principal do Parque Estadual Serra do Mar
Palestra de 10 minutos com Bióloga do Parque
O Núcleo Pilões, também conhecido como Núcleo Itutinga-Pilões e Núcleo Cubatão, é uma área de conservação e é um dos oito núcleos do Parque Estadual da Serra do Mar. Além de Cubatão, uma parte de sua área também abrange os municípios de Bertioga, Mogi das Cruzes, Santos, Santo André, São Bernardo do Campo e Rio Grande da Serra.
Ruinas do primeiro Hospital da Vila de Itutinga
O Núcleo Pilões junto com Paranapiacaba formam uma área patrimonial histórica e ambiental de grande importância para Região do Grande ABC e a Região Metropolitana de São Paulo.
Galera no inicio da Caminhada Ecológica após Palestra
O acesso é feito pela Pista Sul da Via Anchieta, saindo no km 49, entrando à direita numa estrada de serviço. Na primeira bifurcação, entra-se à esquerda e na segunda bifurcação, à direita. Mais três quilômetros de estrada de terra até o km 8 da Estrada Elias Zarzur. O Núcleo funciona todos os dias, das 9:00 hs às 16:30 hs (Horário de Brasília), deve-se fazer um agendamento com 15 dias de antecedência para a visitação.
Diversos animais na reserva

Pedras do Rio Passareúva, limite de municípios, 
lado direito do Rio São Vicente e lado esquerdo Cubatão

Rio Passareúva e Rodovia dos Imigrantes




Para agendar visitas: (13) 3361-8250 e 3377-9154.
Contatos:  email: pesm.itutingapiloes@fflorestal.sp.gov.br

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Trecho da ciclovia da Francisco Glicério terá corredor verde



Santos ganhará mais um corredor verde, importante para a captação da água da chuva e quebra de ilhas de calor - áreas concentradas de concreto que elevam a temperatura como uma estufa. A prefeitura está implantando grama nos dois canteiros centrais da ciclovia da Av. Francisco Glicério, em trecho de 330 m de extensão, entre as avenidas Washington Luís e Conselheiro Nébias.

O serviço, iniciado semana passada pelas secretarias de Meio Ambiente e Serviços Públicos, integra a política ambiental da administração municipal, cujo objetivo é aumentar a área verde e proporcionar mais qualidade de vida à população.

“Neste trecho observamos que poderíamos ter um ganho ambiental. Em zonas urbanas conseguimos isso com arborização, caminhos verdes e parques lineares”, afirmou o chefe do Departamento de Parques e Áreas Verdes da Semam, João Cirilo, destacando as vantagens: “Quanto maior a impermeabilidade do solo, maior é quantidade de água que infiltrará nesses locais. Outro benefício é a diminuição da temperatura em até 2°C. Esses dados são retirados de pesquisas da USP, observados nos últimos congressos de arborização”.

Na manhã desta terça (26), funcionários da Semam finalizavam a colocação de grama no canteiro sentido Ponta da Praia. Do outro lado, na direção do José Menino, também já foi retirado o concreto e estão sendo colocados terra e grama.

Fonte: Prefeitura de Santos

terça-feira, 26 de abril de 2011

"The Phone" da Band TV gravado em Santos e S.Vicente


O segundo episódio do reality The Phone – A Missão é ambientado aqui em Santos, e exibe belas paisagens. O público tem a oportunidade de conhecer – ou rever - Bonde Turístico, Monte Serrat, Frontaria Azulejada, Museu do Café, Emissário Submarino e uma vista panorâmica das praias. Uma boa divulgação dos melhores pontos turísticos da cidade de Santos.
Também teve divulgação de parte de São Vicente, no programa o participante tem que subir no Morro Voturá pelo teleférico e tentar saltar de Asa Delta, pegando mais uma chave da maleta que estava na praia do Itararé.


Bruno Cezar (22 anos, estivador) atende um celular que toca embaixo do balcão do restaurante Café Paulista e é convidado a participar do desafio. Enquanto isso, em outro lugar da cidade, Carolina Leite (24 anos, educadora física) encontra o telefone em um quiosque de côco no canal 3 e ouve o convite da mesma voz misteriosa. Ambos topam participar do jogo apertando a tecla 1.
Através de câmeras ocultas, acompanhe a saga destes jogadores no link no fim do post. Eles se tornam parceiros desde o primeiro minuto e lutam contra o tempo para encontrar as quatro primeiras chaves que abrem a maleta – a qual contém o prêmio de 30 mil reais. A quinta chave, porém, será conquistada por apenas um deles, na etapa em que se tornam adversários. Resta saber se o participante dividirá o prêmio por igual ou ficará com todo o dinheiro. Você aceitaria essa missão? 

Kelly Key na Capital disco (Liquid Love)


Para comemorar o sucesso dos três anos, a LIQUID LOVE faz festa no dia 7 de maio, na Capital Disco, em Santos e traz o novo show de Kelly Key.
O show batizado de “In the Night” conta com suas músicas remixadas para as pistas com a presença dos DJs André Queiroz, Moshe Nemer, Gilmar Golucho e Hellen Chic, além de bailarinos.
Kelly também comemora dez anos de carreira neste ano, e promete muitos efeitos de palco e um cenário deslumbrante para encantar seus fãs.
A noite ainda é agitada por quatro DJs. A DJ Sandra Bull diretamente da Spirit of London, o DJ Vlad da The Week-SP, o DJ Amilcar do Code After e o DJ Tommy Love que vai lançar o seu novo single, o Emotions, na LIQUID LOVE.
Durante toda a noite a festa mais badalada do Litoral vai ter performance dos Liquid Dancers, double vodka e muitas surpresas para presentear o público pelos 3 anos de sucesso. E a festa temática mais famosa de São Paulo, a Jungle Party, faz o camarote mais disputado da festa em mais uma edição da tradicional balada santista.

Preços: (Convites Antecipados)
Pista: R$ 30,00
Área Vip: R$ 40,00
Capital Disco
Endereço: Avenida Francisco Glicério, 206 - Gonzaga - Santos/SP
Informações: (13) 3019-3387 / (13) 9173-7492 / (13) 7809-0879 / ID: 90*2577
Pontos de Venda:
Em Santos:
Chilli Beans - Shopping Miramar e Shopping Praiamar
Armazém Retrô - Shopping Parque Balneário
Proplastik - Avenida Pedro Lessa, 2259 - Embaré
Give me 5 - Shopping Praiamar
Em São Vicente:
Quiosque da Cris - Praia do Itararé
Toque Mágico Coiffeur - Rua Jacob Emerick, 865
No Guarujá:
Chilli Beans - Shopping La Plage
Na Praia Grande:
Royal Flush - Litoral Plaza Shopping
Organização e Promoção: Wallace Night
Mais Informações:
http://www.liquidlove.com.br

Casarão na Pompéia é protegido


Está chegando à cidade de Santos mais uma novidade: o empreendimento Avant Garde, um condomínio-clube localizado a duas quadras da praia, em uma das regiões mais valorizadas de Santos, o bairro da Pompéia. E, como o próprio nome já diz, o residencial possui um projeto inovador, moderno e que promete se destacar na paisagem santista.
No terreno onde será construído o empreendimento, há uma casa tombada pelo Patrimônio Histórico - o Palacete Ferreira da Silva - que será restaurada e incorporada ao projeto, adicionando ainda mais charme à construção.
Neste exclusivo projeto, o passado e o futuro se encontram, onde o Casarão, uma bela construção do século XIX , receberá um cuidadoso trabalho de restauração e será incorporado ao empreendimento.


O condomínio contará ainda, com áreas de lazer na cobertura com vista panorâmica de toda a orla de Santos. 


segunda-feira, 25 de abril de 2011

Novo restaurante no centro de Santos abre suas portas

O restaurante Cais da Ribeira abre as portas no Centro Histórico de Santos. O português José Paiva, dono do Quinta da XV, especializado em comida portuguesa, também no centro, não vê a hora de a reforma da nova casa fique pronta para que ele comece a receber os clientes. “Há uma parcela da clientela ávida para conhecer a nova casa. Não tenho dúvidas de que será um sucesso”, afirma ansioso.
Foto: Luiz Fernando Menezes/Fotoarena


Paiva está no Brasil há 26 anos. Abriu o Quinta da XV no centro, em 2002, estimulado por um programa da prefeitura da cidade que isenta da Imposto Predial, Territorial e Urbano (IPTU) os estabelecimentos que ocupam e mantêm prédios históricos no Centro de Santos. Chegou ao País aos 40 anos, para uma viagem de alguns meses, e acabou ficando.
Paiva conta que está investindo R$ 400 mil no novo restaurante, que terá cozinha típica da cidade do Porto, em Portugal, sua terra natal. Para a empreitada, ele conta com a ajuda de Guilherme Brum, jovem formado em gastronomia, que fez estágio na cozinha do Quinta da XV. “Devemos recuperar o investimento em dois a três anos”, calcula o chefe.
O empresário afirma que decidiu abrir a nova casa estimulado pelos negócios que a cidade tem presenciado. “Atendo muita gente da Petrobras e de outras empresas ao redor, mas os clientes querem mais privacidade”, afirma, explicando que seu restaurante é uma típica tasca, como os portugueses chamam o botequim. As mesas são dispostas coladas, uma ao lado das outra, e os clientes sentam-se juntos, na mesma mesa. “A cidade está numa pujança só. Se você quiser alugar uma loja no Centro, não vai encontrar”, comenta, enquanto oferece seus famosos pastéis de belém para a reportagem do iG.




Fonte: IG

domingo, 24 de abril de 2011

Qual é sua melhor tatuagem?

Tatoo Muretas de Santos
          Uma das diversões e curtições entre a galera de hoje e também do passado sempre foi possuir uma tatuagem, mas antes de qualquer escolha temos que lembrar que alguns cuidados básicos são de suma importância para que o desenho fique conforme o que foi desejado, evitando a sua descoloração, infecção e até deformidades na tatuagem.

       O básico sobre tatuagens é você planejar melhor, lembrando que ela será permanente, pesquise sobre o tatuador, sobre os processos que o mesmo utiliza além de perguntar para outras pessoas que fizeram no mesmo local.


Qual o real motivo de fazer uma tatuagem?
Porque aprecia a tatuagem como uma forma de arte e de expressão criativa e, em vez de a comprar para exibir numa parede da sua casa, prefere exibi-la no corpo.

Porque representa a sua ligação a um grupo ou comunidade específica, caso de um clube de futebol, banda de música, partido político, associação ou outra.  

Porque a tatuagem simboliza uma conquista, um novo capítulo na sua vida (casamento, divórcio, nascimento de um filho, primeiro emprego, promoção na carreira…).

Porque é uma homenagem a um familiar ou amigo que é muito importante na sua vida. 

Porque foi o resultado de uma noite divertida e/ou de loucura entre amigos e copos, e a tatuagem foi feita porque outras pessoas também fizeram e/ou desafiaram-no a fazer o mesmo.

Porque é uma celebração do corpo, uma afirmação da sua masculinidade ou feminilidade.

Porque é uma homenagem a um familiar ou amigo querido que tenha falecido, sendo que as tatuagens são uma forma de pesar e de fazer o próprio luto.

Porque quer exprimir o amor que sente pela sua cara-metade.

Porque vê as tatuagens como fashion statements e, tal como um acessório ou peça de roupa escolhida a dedo, também acha que as tatuagens são muito cool e que lhe ficam “a matar”.

Porque será um motivo de inspiração diária para continuar a lutar por algo que realmente quer ou para relembrá-lo a esquecer aspectos ou momentos negativos do seu passado.

Porque você e outra pessoa vão fazer uma tatuagem igual e acha que será uma experiência inesquecível e uma ligação especial com esse familiar, amigo ou amante.

Porque acha as tatuagens o máximo!


Onde a Tatuagem dói mais? (Maior probabilidade de dor)
Órgãos genitais ou próximo dos mesmos, Interior das coxas, Tornozelos, Pés, Mãos
Esterno (osso situado na parte anterior do tórax), Costelas, Peito (principalmente para os homens), Zona inferior das costas, Espinha dorsal, Cabeça, Qualquer zona da cara,Pescoço, Por de trás das orelhas e Axilas.

Onde a Tatuagem dói menos? Menos probabilidade de dor:
Omoplatas, Braços, Barriga da perna, Exterior das coxas e nádegas.


Origem da Tatuagem: Existem muitas controvérsias e curiosidades sobre a real origem das tatuagens. Alguns dados são importantes de serem verificados. A tatuagem atrai jovens e adultos de grandes metrópoles do mundo todo atualmente, assim como as tatuagem não definitiva (henna), as tatuagens manuais tribais e as pinturas corporais faziam parte da cultura brasileira desde antes da chegada dos exploradores europeus.
Existem muitos historiadores que acreditam que surgiu em algum ponto do mundo e se espalhou, enquanto muitos outros acreditam que ela surgiu em vários lugares ao mesmo tempo.
Certamente a história da tatuagem sempre esteve ligada a história da evolução do homem. Um fato muito cogitado é que os homens da pré-história se orgulhavam das cicatrizes propositais, pois elas eram sinônimo de coragem.
As tatuagens também foram usadas para marcar os momentos da vida biológica (nascimento, maturidade sexual), registrar os fatos da vida social (tornar-se guerreiro, sacerdote, casar-se,etc) para pedir proteção ao sobrenatural e curiosamente também foi usada como tratamento medicinal por curandeiros.