segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Mitos e Verdades para quem bebeu e está de ressaca

1. Vodca nacional causa mais ressaca que a importada.
Mito. O problema não é a procedência, mas sim o fato de alguns estabelecimentos servirem bebida falsificada. Essas, sim, podem conter metanol e produtos tóxicos como chumbo, arsênio e outros metais pesados.



2. Devo comer refeições gordurosas antes de sair de casa.
Verdade. Esse tipo de comida retarda a absorção do álcool. Assim, o fígado tem tempo de metabolizá-lo. Quando o estômago está vazio, o efeito do etanol no corpo é mais rápido.



3. Ressaca de bebida fermentada é diferente da de destilada.
Mito. Os principais fatores que determinam a intensidade da ressaca são a quantidade de etanol ingerida, o nível de hidratação da pessoa e a ingestão (ou não) de alimentos.



4. Tomar coca-cola ou café amargo na manhã seguinte cura a ressaca.
Mito. O que ajuda é hidratar-se e comer adequadamente ao longo do dia. É preciso ter cuidado com café e coca-cola porque, se a pessoa tiver algum tipo de gastrite ou irritação no estômago, pode piorar.



5. Tomar comprimidos efervescentes evita o mal-estar pós-noitada.
Em termos. Não cura a ressaca, mas alivia sintomas como dor de cabeça e vômito.



6. Vale a pena alternar água e drinques.
Verdade. A água preenche o estômago, assim se consome menos álcool.



7. Dormir com os pés para fora da cama, firmes no chão, diminui a sensação de tontura.
Mito. O que acontece é que a pessoa deita e o efeito do álcool vai passando aos poucos. Uma dose de álcool leva em média uma hora para ser metabolizada.



8. Chá de boldo é tiro e queda contra ressaca.
Verdade. Hidrata e tem substâncias que acalmam a parede do estômago.



9. Analgésicos e remédios para dor de cabeça resolvem o problema.
Mito. Apesar de aliviar a dor de cabeça, agridem o fígado.


10. Água com açúcar aplaca o mal-estar.
Depende. Para indivíduos que estão vomitando, a resposta é não. Nesse caso, a melhor solução é soro glicosado injetado na veia. Se a pessoa não estiver com esse sintoma, o açúcar pode trazer benefícios já que ingestão de álcool às vezes leva a um quadro de hipoglicemia, ou seja, falta de açúcar no sangue.









Fonte: Hospital das Clínicas