domingo, 5 de setembro de 2010

Foco em Santos: MUSEU de PESCA




A história do Museu de Pesca começa no século 18, quando o local foi estrategicamente escolhido para a instalação de um forte que cruzasse fogo com a Fortaleza da Barra, do outro lado do canal, afim de atuar na defesa de Santos e São Vicente.



O Forte Augusto, como foi chamado, pertencia ao Ministério da Marinha. No início, não passava de uma muralha de pedra armada com algumas peças de artilharia, e que foi totalmente destruído em 1894, com a Revolta da Armada. Somente em 1905 a Marinha termina de derrubar suas ruínas e lá constrói um prédio, inaugurado em 1908, para instalar a Escola de Aprendizes Marinheiros. Em 1931, a Marinha cede o prédio à Escola de Pesca, com o objetivo de profissionalizar a pesca na região.



Mais tarde, o prédio veio a abrigar o Instituto de Pesca, ligado ao Governo Estadual, responsável pela pesquisa e estudo da vida marinha.

Esqueleto de baleia de 23 metros


O Museu de Pesca teve sua origem no antigo Gabinete de História Natural, que foi crescendo com o tempo e com o acúmulo de grande coleção de espécimes, como tubarões, arraias e outros peixes do Atlântico Sul. A incrementação do Museu de Pesca aconteceu em 1942, com a chegada de um enorme esqueleto de baleia de 23 metros, e que exigiu a derrubada das paredes de 3 salas do prédio para a sua instalação e exposição.



De 1987 a 1998, o prédio esteve fechado ao público para uma ampla reforma. Mas reabriu com uma nova disposição, salas para mostras itinerantes e temáticas e muitas novidades. De sua programação ainda constam cursos, transformando o Museu em um dos melhores meios de educação ambiental do litoral, que recebe atualmente uma média de 100 mil visitantes por ano.






Um dos mais antigos e completos em sua especialidade, o Museu de Pesca funciona em antigo prédio, recentemente restaurado. Mostra desde peixes a aves marinhas, procurando ressaltar a necessidade de preservação do mar. Uma de suas mais famosas atrações é a ossada de baleia, com mais de 23 m de comprimento.


horário: de quarta a domingo, das 11h às 18h (até 19h nas férias). Ingresso: R$ 2,00 (estudante e crianças pagam meia). Entrada grátis para crianças até 6 anos e idosos acima de 60. Visitas agendadas de grupos escolares também podem ser isentas do ingresso. 

Como chegar: Av. Bartolomeu de Gusmão, 192 - Ponta da Praia - tel: (13) 3261-5995.

Amostras de Areia de várias Praias do Brasil
Conchas exóticas


Aquário Temático