domingo, 12 de setembro de 2010

Foco em Santos: Cachoeira na Cidade?

Para onde vai a água quando a Lagoa da Saudade, no Morro da Nova Cintra, em Santos, transborda? O destino é o canal da Rua Jovino de Melo, na Zona Noroeste. Até aí, nada demais. O que impressiona é o trajeto: uma bela queda d'água com 75 metros, mas praticamente inexplorada. Ao menos por enquanto.


Pois a Cachoeira do Morro da Nova Cintra, como é conhecida, pode em breve se tornar uma nova atração turística de Santos. No  mês passado, o vereador Arlindo Barros (PSDB) enviou ao Poder Executivo um requerimento solicitando à Secretaria de Turismo de Santos (Setur) estudos para avaliar o potencial turístico da área.


O objetivo é explorar o ecoturismo e mesmo o turismo receptivo no local. Neste último caso, uma das ideias seria incluir a cachoeira no trajeto da linha de ônibus Conheça os Morros.


"Muita gente em Santos mesmo não sabe que tem uma cachoeira no morro", diz Barros. Nascido e criado na Nova Cintra, conta que, quando criança e adolescente, banhou-se muito naquelas águas.


Além da beleza natural, a cachoeira pode ter também uma importância histórica. Suspeita-se que, no passado, suas águas tenham fornecido a energia para mover a roda do antigo Engenho dos Erasmos, localizado nas cercanias.


"Nunca vi documentação, mas é o que se conta por aí", pondera a historiadora Wilma Therezinha Fernandes de Andrade. "Fato é que o engenho era movido a água. E essa água tinha que vir de algum lugar".


Se para a história o passado ainda está envolvo em brumas, para alguns amantes dos esportes radicais, o futuro da Cachoeira da Nova Cintra já está bem claro.








Fonte:ATRIBUNA